Samba de Guerrilha

by Luca Argel

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      €5 EUR  or more

     

  • Poster/Print + Digital Album

    Edição dos textos e letras do álbum "Samba de Guerrilha", em formato jornal, com ilustrações de José Feitor.
    Inclui código para download do álbum completo.
    Produção: Gabinete Paratextual

    Includes unlimited streaming of Samba de Guerrilha via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 3 days

      €10 EUR or more 

     

  • Full Digital Discography

    Get all 7 Luca Argel releases available on Bandcamp and save 15%.

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality downloads of Samba de Guerrilha, Fui Ao Inferno e Lembrei-me de Ti, Conversa de Fila, Bandeira, tipos que tendem para o silêncio [lado B], tipos que tendem para o silêncio, and livro de reclamações. , and , .

    Purchasable with gift card

      €17.85 EUR or more (15% OFF)

     

1.
se o operário soubesse reconhecer o valor que tem seu dia por certo que valeria duas vezes mais o seu salário mas como não quer reconhecer é ele escravo sem ser de qualquer usurário abafa-se a voz do oprimido com a dor e o gemido não se pode desabafar trabalho feito por minha mão só encontrei exploração em todo lugar
2.
3.
Pesadelo 02:24
quando um muro separa uma ponte une se a vingança encara o remorso pune você vem me agarra, alguém vem me solta você vai na marra, ela um dia volta e se a força é tua, ela um dia é nossa olha o muro, olha a ponte olha o dia de ontem chegando que medo você tem de nós, olha aí... você corta um verso, eu escrevo outro você me prende vivo, eu escapo morto de repente, olha eu de novo perturbando a paz, exigindo o troco vamos por aí eu e meu cachorro olha um verso, olha o outro olha o velho, olha o moço chegando que medo você tem de nós, olha aí...
4.
Medo 02:53
5.
Virada 02:01
O que adianta eu trabalhar demais Se o que eu ganho é pouco? Se cada dia eu vou mais pra trás Nessa vida levando soco? E quem tem muito tá querendo mais E quem não tem tá no sufoco Vamos lá rapaziada, tá na hora da virada Vamos dar o troco Vamos botar lenha nesse fogo Vamos virar esse jogo Que é jogo de carta marcada O nosso time não está no degredo Vamos à luta sem medo Que é hora do tudo ou nada
6.
7.
Cangoma 00:43
tava durumindo cangoma me chamou dizendo “acorda nego cativeiro já acabou”
8.
9.
o que é que faz o nego na fazenda do sinhô? sinhozinho mandou embora por que é que nego voltou?
10.
11.
é proibido sonhar então me deixe o direito de sambar o destino não quer mais nada comigo é meu nobre inimigo e castiga de mansinho para ele não dou bola se não saio na escola sambo ao lado sozinho já faz dois anos que eu não saio na escola a saudade me devora quando vejo a turma passar e eu mascarado sambando na avenida imitando uma vida que só eu posso enfrentar tudo é carnaval pra quem vive bem pra quem vive mal
12.
13.
Praça Onze 03:00
vão acabar com a Praça Onze não vai haver mais Escola de Samba, não vai chora o tamborim chora o morro inteiro Favela, Salgueiro Mangueira, Estação Primeira guardai os vossos pandeiros, guardai que hoje a Escola de Samba não sai adeus, minha Praça Onze, adeus já sabemos que vais desaparecer leva contigo a nossa recordação mas ficarás eternamente em nosso coração e algum dia nova praça nós teremos e o teu passado cantaremos
14.
Vadiagem 01:15
15.
samba agoniza mas não morre alguém sempre te socorre antes do suspiro derradeiro samba negro, forte, destemido foi duramente perseguido na esquina, no botequim, no terreiro samba inocente, pé-no-chão a fidalguia do salão te abraçou, te envolveu mudaram toda a sua estrutura te impuseram outra cultura e você nem percebeu
16.
17.
há muito tempo nas águas da Guanabara o Dragão do Mar reapareceu na figura de um bravo marinheiro a quem a história não esqueceu conhecido como Almirante Negro tinha a dignidade de um mestre-sala e ao acenar pelo mar, do seu corpo de fragatas foi saudado no porto pelas mocinhas francesas jovens polacas e por batalhões de mulatas rubras cascatas jorravam das costas dos negros pelas pontas das chibatas inundando o coração do pessoal do porão que a exemplo do marinheiro gritava então: glória aos piratas, às mulatas, às sereias! glória à farofa, à cachaça, às baleias! glória a todas as lutas inglórias que através da nossa história não esquecemos jamais salve o Almirante Negro que tem por monumento as pedras pisadas do cais
18.
19.
vá cuidar da sua vida diz o dito popular quem cuida da vida alheia da sua não pode cuidar crioulo cantando samba era coisa feia esse negro é vagabundo joga ele na cadeia. hoje o branco tá no samba quero ver como é que fica todo mundo bate palma quando ele toca cuíca negro jogando pernada mesmo jogando rasteira todo mundo condenava uma simples brincadeira e o negro deixou de tudo acreditou na besteira hoje só tem gente branca na escola de capoeira negro falava de umbanda branco ficava cabreiro “fica longe desse negro esse negro é feiticeiro” hoje o preto vai à missa e chega sempre primeiro o branco vai pra macumba já é Babá de terreiro
20.
Guerrilha 01:14
21.
A história desse negro É um pouco diferente Não tenho palavras Para descrever o que ele sente Tudo aquilo que você ouviu A respeito do que ele fez Serve para ocultar a verdade É melhor escutar outra vez Foi um bravo no passado Quando resistiu com valentia Para suportar o sofrimento Que o cativeiro infligia E apesar de toda a opressão Soube conservar os seus valores Dando a todos os setores da nossa cultura Sua contribuição Guarda contigo o que não é mais segredo Que esse negro tem histórias, meu irmão Pra fazer um novo enredo

about

Samba de Guerrilha é um projeto que começou em 2016, e cresceu durante 5 anos até transformar-se em disco. Nasceu como um concerto-workshop sobre a história política do samba. Fora dos palcos, tomou a forma de artigos escritos, seminários, programas de rádio, até finalmente transformar-se no 4º álbum de Luca Argel — e o primeiro de versões. Samba de Guerrilha é uma viagem no tempo, onde conhecemos histórias e personagens do combate ao racismo, à escravidão e às desigualdades. Ouvimos a narrativa em forma de samba, mas um samba que, desta vez, está permanentemente a testar os limite das suas possibilidades musicais, um samba reinventado, eletrificado, nascido a um oceano de distância da tradição.

credits

released February 17, 2021

SAMBA DE GUERRILHA
Luca Argel, 2021


Participações:
Telma Tvon narra
Vinicius Terra canta em VIRADA
Carlos César Motta toca as percussões em DIREITO DE SAMBAR
Átila Bee lê a carta da Revolta da Chibata em ALMIRANTE NEGRO
O Gringo Sou Eu canta e produz o beat em VÁ CUIDAR DA SUA VIDA
Karla da Silva canta em UMA HISTÓRIA DIFERENTE

Captação, mix e master: Luca Argel nos estúdios Escalpo de Mársias.

license

all rights reserved

tags

about

Luca Argel Porto, Portugal

cantautor e poeta brasileiro/brazilian singer, songwriter and poet.

shows

contact / help

Contact Luca Argel

Streaming and
Download help

Redeem code

Report this album or account

If you like Luca Argel, you may also like: